sexta-feira, 11 de julho de 2014

80/10/10 cozida crua ou alimento vivo germinado?

http://youtu.be/Os6jn-FbMgg




Eduardo Corassa, do site Saúde Frugal, explica as diferenças entre comer frutas e vegetais cruas dentro da proporção 80/10/10 para comer a 80/10/10 cozida (carboidratos complexos com a adição de frutas e vegetais) e para a alimentação crua vegana hiper-lípidica, chamada de alimentação viva.

quinta-feira, 10 de julho de 2014

Karezza - O matrimônio perfeito, mantendo o amor para sempre




Segue abaixo, um breve trecho do 4 capítulo do meu próximo livro, "O higienismo para mães, pais e bebês". O texto abaixo, começa a explicar porque é tão normal grandes amores se acabarem dentro de poucos anos de relacionamento. A razão bioquímica do porque o amor pode ser desgastado e literalmente extinto, caso não burlemos os mecanismos endócrinos impostos pela natureza em nosso DNA. Ou seja, caso não pratiquemos amor (sexo de forma calma e carinhosa), ao invés de sexo com fins de copulação e ejaculação, podemos estar prejudicando para sempre nosso relacionamento.

 Obs: O texto ainda passará por adaptações, correções gramaticais etc.


                          Capítulo 4 - Fortalecendo a relação conjugal (Karezza)



“O horror que a literatura anciã via a vão perda de fluído vital (sêmen) não era uma superstição nascida da ignorância. Com certeza é um crime para um homem jogar fora sua mais preciosa possessão.”  Mahatma Gandhi 1

Karezza significa carícia, nomeado pela médica obstetra Alice Bunker S. a qual acreditava que para fortalecer o casamento, a contenção masculina e feminina precisavam ser praticadas.
É uma prática milenar que já teve outros nomes como o Tantra branco, Arcano entre outras. Era defendido por diversas civilizações como os indianos Tântricos, os taoistas chineses, cristãos no início do cristianismo e até mesmo os filósofos da Grécia antiga.

Todos estes sugeriam que ocorre uma alteração de percepção do homem sobre a mulher após o orgasmo, sugerindo que o orgasmo faz o homem perder o encanto pela mulher. Entretanto, a neuroendocrionologia, a ciência relacionado aos hormônios e o sistema nervoso, hoje em dia prova que é verídico, que após o orgasmo, seja masculino ou feminino, a mudanças hormonais que levam a sintomas adversos, subconscientemente prejudicando nossa visão em relação ao nosso parceiro. Vamos aprender a seguir quais são as principais mudanças que ocorrem quando nos apaixonamos e quando desgastamos o relacionamento, através do orgasmo frequente e qual é a forma de tornar seu amor eterno e nunca desgastá-lo.


A paixão foi feita para acabar (Os neuroquímicos da lua de mel)

“Ao se casar, nenhum homem deveria se prostituir, deveriam ficar com aquelas que eles amam, se a mulher fosse metade da tentação que era antes do ato, do que após.” Antologia da Grécia antiga 111333111

Quem nunca foi acertado pelo cupido? Todos de nós já vivenciamos aquela paixão avassaladora, uma sensação tão forte dentro de nós, que parece que vamos explodir de tanta emoção, felicidade e desejo pela pessoa amada. Ela para nós se torna a pessoa perfeita, a mais bonita, mais atraente, começamos a ter uma admiração enorme, um carinho e uma apreciação sem igual. Você sente como se você pudesse fazer tudo por ela, nada é um esforço grande, quando se trata de conquistar e agradar a pessoa amada.

Entretanto, após os primeiros meses e muita intimidade, aquela sensação vai sendo levemente reduzida, até que depois de um bom tempo de convívio e sexo frequente, a intensidade avassaladora daquela coisa que denominamos paixão, vai gradativamente diminuindo e dando espaço para algo que chamamos de amor. Um sentimento mais brando, mas mais sólido e um tanto quanto indescritível. São diferentes mudanças em nossa bioquímica que levam a estas diferentes sensações e o tempo em que elas duram. Ou seja, fomos neuroquimicamente programados para se apaixonar intensamente, assim reproduzir até ocorrer a fertilização e se manter durante alguns anos apaixonados, em função de cuidar do desenvolvimento da prole humana que leva anos até começar a poder tomar conta de si mesmo, diferente de outros animais que as vezes em semanas ou meses já estão em fase adulta.  E após estes anos, acabar a paixão, enjoar de nosso parceiro e buscarmos por um novo. A natureza não é ingênua e nos fez de forma que mais garantisse nossa reprodução e propagação da espécie, através do cruzamento genético de diversos espécimes, assim fortalecendo a raça e aumentando o número de fêmeas fertilizadas. Caso o macho só fertilizasse a mesma fêmea através da vida, a diversidade genética não ia ocorrer e haveria menos grávidas a cada estação. 



Benefícios do Karezza
  
·         * Término de vícios como pornografia, masturbação, jogos de azar e apostas, até mesmo alcoolismo e drogas são vícios que praticantes do Karezza relatam perder facilmente.
·         * Foco no sentimento e no relacionamento duradouro, ao invés do prazer momentâneo.
·         * Recuperar ou manter eternamente a paixão e o amor.
·        *  Centenas de casais na atualidade alegam que a prática do Karezza salvou seus casamentos e fazem  o casal mesmo depois de muitos anos alegar ainda estarem perdidamente apaixonadas um pelo outro.
·        *  Apesar de soar algo extremamente difícil e contra-intuitivo, por ir contra nossa programação biológica,  tanto homens e mulheres que praticam alegam valer muito mais apenas a intimidade emocional, o amor prolongado, o companheirismo fortalecido e humor estável que a prática fornece, do que apenas alguns segundos de prazer demasiado.
·        * A prática do sexo é prolongada. Os casais geralmente passam muito mais tempo, no ato sexual. A energia sexual continua alta após e a vontade pelo parceiro não acaba.
·        * Evita o estresse, a dor da separação, a dor de cabeça judicial e o término daquele sentimento que um dia pareceu ser para sempre.
·         * Aumenta a conexão emocional e o prazer sexual imensuravelmente.
·         * Evitar gravidez da forma mais natural e eficaz possível.
·         * John Noyes e outros proponentes do Karezza antigamente alegavam que a prática levava também a elevação espiritual. Para os Tântricos, o sêmen é uma essência divina.
·         * Retardar o envelhecimento. Apesar de ainda não ser cientificamente comprovado, sabemos que através do orgasmo temos perdas de substâncias nutritivas. Sabemos que a chave para homeostase, o equilíbrio estático do organismo que preveni o envelhecimento, é necessário uma baixa produção hormonal. E a ejaculação requer obviamente uma grande produção hormonal. A cada ejaculação, milhões de espermas são produzidos. Portanto, todos estes fatores e talvez mais outros desconhecidos, são a razão de todos os proponentes do sexo sem orgasmo alegarem que ele é uma das formas de se retardar o processo de envelhecimento. Existe até uma expressão chamada “la petit mort – a pequena morte” se referindo ao orgasmo.
·        *  Mais vitalidade – Não só proponentes do Karezza alegam estarem mais cheios de energia e capacidade de raciocínio como nossos próprios atletas são forçados ao celibato por até mesmo uma semana ou mais antes da competição para conservar as energias. E parando para pensar, quem não se sente exausto e com vontade de dormir após o sexo?